, ,

Cloreto de Magnésio P.A 60 Cápsulas 600mg Equilíbrio Vital

Cloreto de Magnésio P.A 60 Cápsulas 600mg Equilíbrio Vital

Estimula mas funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.Ajuda eliminar calcificações da coluna como: bico de papagaio.Ajuda eliminar ácidos úrico.

R$ 23,52

Tem mais de 300 funções em nosso organismo e controla 18 minerais. Alguns benefícios: Estimula mas funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.Ajuda eliminar calcificações da coluna como: bico de papagaio.Ajuda eliminar ácidos úrico. Ajuda no funcionamento do sistema cardiovascular. É muito importante na regulação da temperatura do corpo. Previne problemas como hemorroidas, colite, constipação. Fortalecer o sistema imunológico. Previne o envelhecimento precoce. É um elemento chave na prevenção de osteoporose. Previne a formação de cálculos renais. Combate radicais livres, evitando a formação de tumores e verrugas. Promove a limpeza das artérias, prevenindo ao mesmo tempo a arteriosclerose. Tem ação sobre alguns problemas como: ciático, artrite, artrose, gota e reumatismo. O Cloreto de Magnésio é um suplemento mineral que desempenha diversas funções biológicas, auxiliando na função cardíaca, contração muscular e ativação enzimática. É essencial para o bom funcionamento do organismo e manutenção da boa saúde. Benefícios do uso de Cloreto de Magnésio P.A. Ajuda na prevenção do Infarto Auxilia na prevenção da artrite e a osteoporose, pois evita que o ácido úrico se deposite nas articulações É um fixador de cálcio nos ossos Auxilia na regulação da função intestinal Atua no bom funcionamento do sistema nervoso Auxilia na contração muscular, sendo um ótimo suplemento para atletas Como usar o Cloreto de Magnésio P.A. em cápsulas Sugere-se a ingestão de 2 a 4 cápsulas ao dia, após a refeição. Importante: Ingerir o cloreto de magnésio com muito líquido. Não ingerir mais que 4 cápsulas ao dia, conforme recomendação constante na embalagem. Produto autorizado para comercialização em todo o território nacional através do anexo I da RDC 27/2010, em conformidade com a RDC 23/2000 da ANVISA.

Deixe aqui seu comentário e sugestão